12 de junho de 2018
Categorias Notícia

A diferença entre corretoras de seguros e associações

img/planalto_blog/438_post_14283.jpg

Na hora de procurar um serviço de seguros, uma dúvida pode surgir no meio das pesquisas. O serviço de associações, também chamado de serviço de proteção veicular, pode acabar sendo relacionado ao serviço de seguro fornecido por uma corretora de seguros. Muitas vezes as pessoas podem ser induzidas ao erro, pensando que os dois termos são sinônimos.
No entanto, existem grandes diferenças entre um serviço de seguro de uma corretora e uma associação. Este artigo explicará essas diferenças entre a contratação de uma corretora de seguros e a de uma associação, a fim de resolver a maior parte das dúvidas relacionadas ao assunto.

O que faz uma corretora de seguros?

A corretora de seguros é aquela que faz o intermédio entre o segurado e a seguradora. O seguro de automóvel, por exemplo, é regulamentado por leis, mais especificamente pelo Código de Defesa do Consumidor. 
A instituição tem como função o intermédio do segurado e da seguradora, se encarregando de cálculos sobre a cobertura de acidentes que podem ocorrer com quem faz o seguro. A partir de análises e estatísticas calculadas de acordo com os locais que você costuma visitar com o seu automóvel, sua personalidade, as características do seu carro e muitas outras variáveis, o valor é definido. Dependendo da conclusão da corretora, ele pode ser negociável.
A forma de cobrança da corretora é por meio de parcelas pré-fixadas. Isso facilita um planejamento feito pelo segurado na hora de iniciar o pagamento do seu seguro.
Um ponto chave que deve ser lembrado é que as corretoras de seguro são todas regulamentadas e todas analisadas pelo CNSP (Conselho Nacional de Seguros Privados), pela Susep (Superintendência de Seguros Privados) e pelo Ministério da Fazenda que juntos fiscalizam o mercado de seguros no país. Nós, da Planalto Seguros somos registrados e aprovados por esses órgãos.

O que é uma associação?

A associação é formada por donos de veículos que têm um contrato de responsabilidade entre si. Quem participa desse contrato são pessoas físicas que resolveram se juntar para fazer um seguro. Ao contrário do cálculo de uma corretora, o valor do risco é dividido entre todos os participantes e independe das variáveis individuais dos participantes como carro ou personalidade. 
O valor é estipulado por poucos cálculos. O mais comum é que seja calculado usando apenas características do modelo do automóvel que será associado. Por conta disso, pode ocorrer que algum associado pague mais do que deveria, já que na mesma associação pode haver um motorista com um modelo de carro que torna o valor médio da associação um pouco mais alto.
As associações não são formadas e nem reguladas por instituições habilitadas como os seguros são.  Por não serem reguladas, as regras de uma associação são convencionadas de forma privada e aberta entre os associados. Lembre-se que definir regras dessa forma pode ser tanto um benefício quanto um malefício, já que algumas cláusulas que trazem benefícios podem se tornar abusivas ao longo do tempo. Além disso, enquanto uma corretora de seguros faz o intermédio entre o segurado e a seguradora, as associações são feitas sem o intermédio de uma corretora.
A forma de cobrança, neste caso, é diferente da cobrança de uma corretora. As associações cobram um valor de mensalidade formado por algumas taxas fixas e médias de prejuízos de meses ou do mês anterior, o que torna essa cobrança, de certa forma, imprevisível.

Resultado

No geral, a corretora de seguros se mostra mais segura do que associações. As associações são desregulamentadas e suas regras são convencionadas. Além de cobrar preços que se baseiam em poucas variáveis, o que torna sua precisão menor, as associações cobram valores que não podem ser estipulados de forma linear. Por outro lado, a corretora parece trazer benefícios de vários modos: seu preço é baseado através da estatística, tornando-o mais preciso, e é cobrado de forma pré-fixada, o que permite um planejamento por parte do segurado. Por fim, a corretora de seguros tem suas regras definidas pelo governo, o que as torna, de certa forma, mais justas.



Ficou com alguma dúvida?
Corretor Online
Abrir Atendimento Online

Ou nós ligamos para você
Realize uma cotação
e simule online
Entre em contato conosco e encontre o melhor benefício para você!