10 de julho de 2018
Categorias Seguros

Como funciona o seguro viagem?

img/planalto_blog/443_post_794.jpg

Muitas pessoas costumam falar sobre o seguro viagem, mas não sabem o que é e como ele funciona. Neste artigo falaremos um pouco sobre ele e tentaremos esclarecer as dúvidas relacionadas a ele.

O que é o seguro viagem?

O seguro viagem é basicamente um plano de saúde provisório. Ele pode ser usado onde o plano de saúde “oficial” não tem validade. Ele funciona de forma semelhante ao plano de saúde oficial: é possível usá-lo em caso de doenças, acidentes, invalidez e até mesmo morte. Na hora de contratar o seguro, ele dirá em quais destinos vale e quais ele não vale.
Sobre a obrigatoriedade do seguro viagem, alguns países requerem e outros não. Os países da Europa que assinaram o Tratado de Schengen, por exemplo, não permitem que você viaje para lá sem um seguro viagem. Países como Cuba e Austrália também requerem o seguro viagem. Mas, apesar de alguns países não requisitarem obrigatoriamente o seguro, ainda assim ele é recomendado para quem está viajando. Imprevistos acontecem e não há controle sobre eles.
Dependendo do país de destino, os preços dos hospitais e dos atendimentos médicos podem ser devastadores. Nos Estados Unidos, onde o atendimento hospitalar é privado, qualquer tipo de atendimento é pago. Os custos podem ser maiores do que a sua própria viagem. Por isso, pesquisar as diárias hospitalares do seu destino é muito importante. Vale lembrar que mesmo que haja uma rede pública no destino, ainda assim eles podem não atender estrangeiros e cobrar como se fosse uma rede privada.
O seguro viagem cobre várias coisas, mas tudo depende do pacote contratado. É importante que você encontre uma corretora de seguros que faça o melhor intermédio e ache o melhor seguro para você. Alguns seguros cobrem atendimento médico gratuito em redes privadas, reembolso de atendimentos, transferência do corpo em caso de morte e auxílio em casos especiais.
É possível encontrar também outros planos que garantem que o viajante tenha o seguro coberto caso cancele a viagem e, também, reembolse a compra dos medicamentos que foram comprados pelo viajante. Além disso, outros pacotes podem incluir seguro de vida por invalidez ou morte.
Quase todos os pacotes cobrem gastos de até trinta mil euros ou dólares, dependendo de onde for o seu destino. Contudo, acidentes com causas específicas podem não ser cobertos pelo seguro, como o acidente pela prática de esportes. Tudo isso está nas cláusulas do seguro, e a corretora deve assegurar isso e notificar o segurado.

Preciso utilizar o seguro, como faço?

Antes que aconteça qualquer coisa, é essencial se precaver. Carregar o contrato do seguro consigo, seja no celular ou no e-mail, é sempre bom. Vale lembrar que carregá-lo na forma impressa é melhor ainda, pois há uma “credibilidade” e praticidade maior neste caso. Além disso, talvez seja necessário levá-lo até mesmo para entrar no país, haja vista que a imigração pode requisitar o documento. Se possível, você pode mandar uma cópia do contrato para amigos e para outra pessoa que fique no Brasil.
Além disso, os telefones presentes nos contratos servem para entrar em contato e solicitar o seguro que foi previamente assinado. O atendimento ao segurado é geralmente em português, então não há necessidade de se desesperar em relação à língua a ser falada na hora de requisitar o seguro.
O seguro viagem é essencial para todos os viajantes, não só nos países que obrigam o turista a assiná-lo, mas também como uma forma de assegurar que qualquer imprevisto não estragará a viagem inteira. Sem o seguro, o atendimento médico pode ser até mais caro que a própria viagem. A corretora de seguros sempre garante um bom seguro de acordo com seu perfil e a sua viagem.



Ficou com alguma dúvida?
Corretor Online
Abrir Atendimento Online

Ou nós ligamos para você
Realize uma cotação
e simule online
Entre em contato conosco e encontre o melhor benefício para você!