11 de fevereiro de 2019
Categorias Saúde

Números do câncer no Brasil em 2018, você toma os seus cuidados?

O dia 04 de fevereiro é o dia de combate ao câncer. Com isso, trouxemos alguns números sobre o câncer no Brasil, que podem servir de alerta para você! Acompanhe.

O câncer é uma doença que assola população e os seus números só crescem. Não apenas no Brasil, como em todo mundo, os números de pessoas que são diagnosticadas com essa doença têm crescido exponencialmente. Os números do câncer no Brasil, portanto, seguem essa mesma crescente.

Ainda não há uma cura específica para o câncer, apesar de que, a cada dia mais, os tratamentos têm se tornado eficientes para diminuir a quantidade de células cancerosas. No entanto, a incidência está aumentando.

Acredita-se que o desenvolvimento do câncer está relacionado à fatores externos e internos. Por exemplo, a exposição ambiental pode ter relação com o aumento de casos. Ao mesmo tempo, fatores hereditários também determinam a predisposição à doença.

Seguindo por esse caminho, o Brasil também apresenta números alarmantes de casos de câncer. No ano que terminou, 2018, foram estimados cerca de 320.000 homens que apresentam câncer e mais 310.000 casos de mulheres.

Lembrando que essas são estimativas baseadas no diagnóstico preciso, bem como o tratamento correlato aos casos. Acredita-se que esse número pode ser ainda maior, considerando que muitas pessoas ainda não procuraram auxílio médico para o correto diagnóstico, nem tratamento.

Diferenças de sexo e região

Os tipos de câncer variam de acordo com o sexo. Nos homens, a maior taxa de diagnóstico se deu em:

  • Próstata;
  • Traqueia, Brônquio e Pulmão;
  • Cólon e Reto;
  • Estômago;
  • Cavidade Oral.

Um terço dos casos de câncer diagnosticados em homens é o de próstata, alcançando cerca de 31% dos indivíduos adoecidos. Podemos considerar que esse número é tão alto, nesse específico tipo de câncer, devido à falta de tratamento preventivo, a ser iniciado a partir dos 45 anos de idade.

As maiores incidências, sem surpresa nenhuma, estão localizadas na região sudeste, onde estão as cidades mais populosas do país. O estado de São Paulo lidera os casos de câncer de próstata, com 14.890 diagnósticos. Ele é seguido pelo Rio de Janeiro, depois Minas Gerais. O estado com a menor incidência desse tipo de câncer é Roraima, com 70 pacientes diagnosticados.

Já nos casos femininos, a maioria dos diagnósticos de câncer são nesses segmentos:

  • Mama Feminina;
  • Cólon e Reto;
  • Colo do Útero;
  • Traqueia, Brônquio e Pulmão;
  • Glândula Tireoide.

O câncer de mama é, sem dúvidas, o expoente nas mulheres. Com cerca de 30% de incidência, ele se confirma como o mais recorrente. Da mesma forma que o câncer de próstata, podemos compreender que os números altos da doença nas mamas podem estar relacionados ao cuidado tardio, bem como a fraqueza no diagnóstico precoce.

Seguindo o mesmo índice dos casos de câncer em homens, a maioria das mulheres diagnósticas com câncer de mama estão localizadas no estado de São Paulo. São 16.340 casos, dos 59.700. São Paulo é seguido pelo Rio de Janeiro e Minas Gerais. Da mesma forma, Roraima é que apresenta menor número, com apenas 50 casos.

Sobre os números baixos no estado de Roraima, podemos compreender que isso se dá pela menor população, ainda mais quando em comparação com os outros estados citados. Além disso, também precisamos considerar que esses valores podem ser influenciados negativamente pela falta de diagnósticos precisos.

Cenário completo

No entanto, apesar de o câncer de próstata e mama serem os mais proeminentes nos homens e mulheres, as chances de cura e remissão (quando não há elementos metastáticos) são maiores. Sendo assim, quando há diagnóstico precoce e tratamento adequado, as chances de sucesso são maiores. O câncer de pulmão continua sendo o maior causador de mortes em todo o mundo, inclusive no Brasil.

Aproximadamente sete milhões de pessoas morrem, no mundo, em decorrência do câncer de pulmão. No Brasil, esse número corresponde a cerca de 50.000 pessoas. No entanto, as políticas de desestímulo ao tabagismo tendem a diminuir esses números.

Manter-se atento com relação a essa doença é muito importante para qualquer pessoa. Mantenha seus exames em dia, realize os autoexames e mantenha seus familiares conscientes sobre a importância da precaução. O câncer não possui cura específica, mas as chances de cura são muito maiores quando ele é detectado cedo.




Ficou com alguma dúvida?
Corretor Online
Abrir Atendimento Online

Ou nós ligamos para você
Realize uma cotação
e simule online
Entre em contato conosco e encontre o melhor benefício para você!