20 de maio de 2020
Categorias Residência, Seguros

Seguro residencial: Qual a cobertura?

Cobertura do seguro residencial

Contratar um seguro residencial ou não? Essa é uma dúvida frequente de diversas pessoas, pois é comum achar que nada vai acontecer.

Porém, vale lembrar que sua casa, é provavelmente, um dos bens mais valiosos que você possui, até porque não se trata apenas de um conjunto de paredes e um teto, mas tudo que têm lá dentro e que possui valor para você e sua família.

Se você têm dúvidas sobre isso, neste artigos vamos tirar as suas dúvidas e te mostrar alguns benefícios de contratar um seguro residencial.

Primeiro começaremos respondendo a seguinte pergunta: Seguro Residencial, qual a cobertura?

Tipos de cobertura para seguro residencial

Começaremos aqui explicando sobre o que estará segurado pelo Seguro Residencial no plano mais básico e quais os tipo de cobertura você pode contratar a mais.

Todo seguro têm de oferecer cobertura contra incêndio só imóvel. Esse é um plano básico sem o qual nenhum outro seguro pode ser feito e ele cobre os prejuízos causados em caso de incêndio, queda de raio ou até explosão de algum material inflamável.

Porém, qual a cobertura além disso? Um benefício dos seguros é que você têm a possibilidade, tanto de contratar o plano básico já citado a cima, ou até mesmo personalizar seu seguro e adicionar as coberturas que se adequam ao seu desejo.

As possibilidades são muito variadas, e apesar da mais procurada ser a cobertura de incêndio, existem outras que podem ser bastante úteis. Vamos virar algumas delas:

Roubo e furto

Ficando em segundo lugar na lista de procura quando se pergunta “Seguro Residencial, qual a cobertura?”, pois é muito comum esses casos acontecerem, talvez até mais comum que um incêndio.

Neste caso, os bens que estão dentro da sua casa estarão cobertos pela apólice. No entanto é importante especificar na apólice alguns itens que podem ou não ser excluídos deste contrato.

Cada seguradora tem sua política de indenização, em geral fica em torno dos 10-20% do valor total contratado na apólice.

É importante que neste momento você leia atentamente as diferenças entre roubo e furto e o que a apólice prevê para cada caso.

Caso você compre um eletrodoméstico novo, é importante entrar em contato com a seguradora e avisá-los por escrito.

Danos elétricos

Este tipo de seguro cobre danos causados por curto circuito em equipamentos elétricos. É possível também que a empresa ofereça uma checagem as instalações elétricas quando o seguro é contratado.

Fenômenos da natureza

Essa cobertura é mais procurada no sul do Brasil onde esses fenômenos ocorrem mais facilmente. 

O Seguro Residencial, qual a cobertura meses casos são fenômenos como: vendaval, furacão, ciclones, granizo, tornados. E essa categoria está integrada em seguros multiuso.

Queda de aeronaves e impacto de veículos terrestres

É possível que esta cobertura venha inclusa no pacote básico pois geralmente têm custo baixo. Por esse motivo entram como opcionais no seguro. Mas isso varia de cada seguradora e quais as definições elas possuem sobre o Seguro Residencial, qual a cobertura.

Alagamentos e inundações

Cobre as perdas referentes danos causados pela entrada de água no imóvel, seja através de aguaceiro, chuvas, enchentes e inundações causadas pelo aumento do volume de rios e canais, ou ruptura de reservatórios que não pertencem ao imóvel segurado.

Conclusão

Quando falamos sobre Seguro Residencial, esses são apenas algumas das coberturas mais comuns, porém existem muitas outras e você pode personalizar de acordo com sua preferência, basta entrar em contato com uma seguradora e perguntar quais coberturas ela oferece, depois disso é só escolher e proteger a sua casa!




Ficou com alguma dúvida?
Corretor Online
Abrir Atendimento Online

Ou nós ligamos para você
Realize uma cotação
e simule online
Entre em contato conosco e encontre o melhor benefício para você!