15 de abril de 2019
Categorias Seguros

Seis motivos para fazer um seguro de vida

Fazer um seguro de vida é importante para proteger o seu patrimônio e, principalmente, a sua família em momentos de dificuldades. Por isso, elencamos seis motivos para você fazer um seguro de vida.

Fazer o seguro de vida é fundamental em qualquer tipo de planejamento financeiro consciente. Isso, porque o seguro, além de garantir recursos financeiros em períodos difíceis, acaba também protegendo o patrimônio do investidor.

O melhor seguro a contratar é o de apólice individual, que garante uma cobertura que supre as necessidades da família na ausência do provedor principal. Ao contrário deste seguro, aqueles oferecidos pelas empresas a seus funcionários não oferecem um capital suficiente em caso de necessidade.

Se você está em dúvida sobre a real necessidade de fazer um seguro de vida, nós vamos te ajudar. A seguir, separamos seis motivos para você fazer um seguro de vida individual e dar uma vida tranquila para sua família na sua ausência.

1. Proteção do patrimônio familiar

O seguro de vida tem, também, a função de proteger patrimônio familiar, fazendo com que o titular do seguro e sua família não o utilize sem a devida necessidade. Portanto, nesse quesito, o seguro de vida trabalha a seu favor, pois com o dinheiro investido no seguro, você garante um planejamento financeiro consciente.

Já que em casos, por exemplo, de um acidente que cause invalidez do segurado ou em casos de doenças graves, o segurado tem acesso à indenização. Sendo assim, não precisa utilizar as suas reservas para o tratamento ou então, para sobrevivência.

Assim, mesmo que você necessite usar o seguro em vida, devido aos motivos citamos, ainda é possível deixar o seu patrimônio para a sua família depois que morrer. Agora, se ocorrer a morte do segurado, sua família pode usar a indenização e não precisará se desfazer do patrimônio conquistado, o que ocorre muitas vezes.

2. Recebimento do seguro pelos herdeiros sem burocracia

Uma dos motivos de contratar o seguro de vida é fato de que ele pode ser utilizado como um planejamento de sucessão de bens aos herdeiros. Já que a indenização por morte não faz parte do inventário do segurado. E, dessa forma, o valor do seguro passa diretamente para os herdeiros sem mais justificativas, ou seja, sem burocracia. 

E, portanto, a indenização do seguro é realizada de forma rápida, sem o desconto e cobrança de qualquer tipo de imposto. Assim, os herdeiros recebem integralmente a indenização contratada pelo segurado.

Desse modo, o seguro de vida se torna uma segurança financeira enquanto o inventário do patrimônio não é finalizado. Ainda, o próprio dinheiro da indenização do seguro pode ser utilizado para o pagamento do inventário. Já que por esse serviço costumam-se cobrar valores elevados, dependendo da extensão do patrimônio.

3. Proteção do segurado em caso de doenças e invalidez

Como já adiantamos, o seguro de vida individual pode ser utilizado em vida também. Por exemplo, em caso de doença graves ou invalidez. Por isso, quando for contratar um seguro, é muito importante conhecer todas as cláusulas para saber se você poderá utilizá-lo nesses casos, tem alguns pontos que não podem faltar em um seguro de vida. Pois, assim, o segurado não precisa retirar do próprio patrimônio os custos do tratamento, que são elevadíssimos, em boa parte dos casos.

4. Ajuda para atingir outros objetivos financeiros

Existem alguns seguros de vida onde o segurador consegue resgatar parte do valor investido para utilizar da forma que quiser. Por exemplo, para pagar o tratamento de um filho ou faculdade do mesmo, ou ainda, para fazer algum investimento financeiro.

Por isso, mais uma vez, é importante saber qual tipo de seguro que você deseja, qual o seu objetivo ao fazer um seguro de vida. E, principalmente, se o seguro contratado oferece o que você deseja.

5. Indenização para qualquer pessoa (com vínculo sanguíneo ou não)

Ao contratar um seguro de vida, o segurado tem total liberdade em escolher as pessoas que receberão a indenização em caso de sua morte. Assim, os herdeiros do seguro podem ser familiares ou pessoas que não apresentam nenhum vínculo sanguíneo.

E, ainda, a qualquer momento, é possível trocar os herdeiros do seguro de vida e definir também, a porcentagem que cada um receberá.

6. Proteção para a sua família

Se a sua família é a principal beneficiária do seu seguro de vida e o segurado o principal provedor. Em caso de morte, a família do beneficiário estará protegida financeiramente. Assim, poderá solicitar a indenização para pagar os custos com o velório, e conseguirá manter-se estabelecido até que todos consigam viver independente da indenização.

Ainda tem dúvida sobre o funcionamento do seguro de vida? Entenda aqui.

Alguns conteúdos que podem te ajudar, sobre seguro de vida:

Os benefícios são muitos, é difícil encontrar um motivo para você não fazer um seguro de vida. Converse com a sua família e avalie os possíveis problemas que um imprevisto pode gerar. A segurança e a certeza de que todos estarão sempre amparados não têm preço.




Ficou com alguma dúvida?
Corretor Online
Abrir Atendimento Online

Ou nós ligamos para você
Realize uma cotação
e simule online
Entre em contato conosco e encontre o melhor benefício para você!